• Bem Vindos à Casa Feijão - Alojamento Local na Serra do Gerês
Faça a sua reserva

Vila do Gerês

Pequena e acolhedora, a vila do Gerês, que tem as montanhas como pano de fundo e uma boa variedade de opções de alojamento e restauração, é o local ideal para pousar as malas e pernoitar antes de partir à descoberta do concelho. De tradição milenar, as referências ao termalismo nesta zona remontam à época dos romanos, mas só no século XVIII foi construído o primeiro Estabelecimento Termal do Gerês.

Com um edifício recentemente remodelado, dotado de equipamentos e técnicas termais modernas, responde com grande eficácia às expectativas dos termalistas, através de tratamentos – para doenças de fígado, biliares, renais, hipertensão, diabetes, gota e obesidade – de hidroterapia, fisioterapia e electroterapia. Alguns espaços e valências desportivas e de lazer complementam este serviço, num dos locais mais carismáticos do país.
A Vila do Gerês é uma aldeia turística, integrada no Parque Nacional da Peneda Gerês, a Norte de Portugal.
Nesta área do parque, a natureza torna-se mais arborizada e íngreme, com pequenos riachos e poços de água cristalina que são ideais para um mergulho refrescante.Esta aldeia, situada no vale do rio Gerês tem um spa e famosas fontes termais, que são ideais para relaxar depois de um dia duro de caminhada.

Perto da vila do Gerês começam vários trilhos que são facilmente acessíveis de carro. Alguns dos destaques são:
Cascata do Arado (ou Cascata de Tahiti):Um trilho de 12 quilómetros com fantásticas vistas panorâmicas que é um verdadeiro desafio, porque entra numa área com rochas montanhosas e desfiladeiros com samambaias abundantes, terminando numa bela cascata conhecida como Cascata de Tahiti.
Trilho da Preguiça: Percurso circular que começa na N308, a 3 quilómetros do Gerês. Estende-se ao longo de 5 quilómetros.
Trilhos da Calçada Romana: Existem diversos trilhos que ligam a uma antiga calçada romana que se estendia ao longo de 320 quilómetros, ligando Braga a Astorga (Espanha), que hoje é Património Mundial.

 

Santuário São Bento da Porta Aberta

Bem perto de todas as Barragens, Cascatas ou Lagoas do Gerês existe um Santuário que recebe milhões de visitantes todos os anos.
São Bento da Porta Aberta é um Santuário Cristão Português, localizado na freguesia de Rio Caldo, em Terras de Bouro. Teve a sua origem em 1615, com a construção de uma pequena capela. O atual santuário é do final do século XIX. Iniciou-se a sua reconstrução em 1880 e concluiu-se em 1895.

O actual Santuário é recente. Iniciou-se a sua reconstrução em 1880 e concluiu-se em 1895. São dignos de realce os painéis de azulejos da capela-mor, que retratam a vida de S. Bento, assim como o retábulo de talha coberto a ouro. Devido ao aumento do número de peregrinos, em 1998, foi inaugurada a actual Cripta. Existe também um parque com mesas e bancos, onde os peregrinos podem descansar, tomar as suas refeições e até divertir-se num lago com barcos.
A designação de São Bento da Porta Aberta deve-se ao facto de a ermida (capela) ter sempre as suas portas abertas, servindo de abrigo aos viajantes.
Recebe anualmente 2,5 milhões de peregrinos.

Peregrinações ao Santuário São Bento da Porta Aberta
Ao longo dos tempos, muitos milhares de peregrinos têm percorrido, a pé, dezenas de quilómetros em direcção ao santuário de S. Bento da Porta Aberta. Vários caminhos da Fé foram sendo traçados, em conformidade com a região de onde provinham os romeiros. Assim, surgem os caminhos do Formigueiro, das Pontes, de Montalegre, de Vilar da Veiga e de Lóbios, entre outros.

Nestas peregrinações, para além do sacrifício da caminhada, ainda se mantém o costume centenário de se oferecerem grandes quantidades de sal. Este, outrora, era pedido de porta em porta e o peregrino não o podia pousar durante a caminhada.
O costume radica, entre outras tradições, na oferta que os salineiros faziam, incentivados pelos frades, para a ajuda das despesas dos santuários dependentes do Mosteiro de Bouro, entre os quais se contava o de S. Bento. Como estas ofertas eram realizadas em dias de romaria, também outros peregrinos começaram a imitar os salineiros e, assim, o costume se vai espalhando, perdurando até aos dias de hoje
As principais peregrinações realizam-se durante os meses de Março, Julho e Agosto.
Coordenadas GPS Santuário São Bento da Porta Aberta 41°41’24.6″N 8°12’11.1″W

Acomodações
Estúdio
1 cama de casal + sofá-cama
desde 55.00€/ Noite
Apartamento T1
1 cama de casal + sofá-cama
desde 65.00€/ Noite
Apartamento T3
3 cama de casal + sofá-cama
desde 130.00€/ Noite
8.9 Pontos
(00351) 253 391 971
(00351) 933 176 678
info@casafeijao.com